Justiça Federal lança IX volume da Revista Parahyba Judiciária

27/11/2015 às 17:07

            Com as presenças de autoridades dos meios jurídico e cultural, a Direção do Foro da Justiça Federal na Paraíba lançou, nesta sexta-feira (27), o Volume IX da Revista Parahyba Judiciária, publicação que reúne artigos científicos de professores, magistrados e membros do Ministério Público de vários estados do país, além de sentenças de juízes federais paraibanos.

            A solenidade foi aberta pelo diretor do Foro, em exercício, juiz federal Emiliano Zapata, que agradeceu a presença de todos e ressaltou a importância da publicação para a comunidade jurídica. Já o diretor da Parahyba Judiciária, juiz federal Bianor Arruda, destacou que “a ideia da revista foi unir, institucionalmente, as entidades que laboram em torno do Direito, da Justiça Federal, das universidades e do Poder Judiciário em geral, bem como da cultura paraibana, aqui representada pelo artista plástico Flávio Tavares, autor da obra que ilustra a capa da revista”.

Para ele, a publicação “tem o propósito de difundir a pluralidade de ideias em torno dos direitos fundamentais, do exercício da jurisdição e da construção da sociedade que queremos ter. Porém, mais que isso, especificamente, tem o propósito de conclamar para a reflexão e para o debate em torno das ideias contidas nos ensaios, artigos, sentenças e decisões que ela traz”.

O evento também foi marcado por ressaltar a cultura popular, através da declamação de um cordel comemorativo ao lançamento da publicação, de autoria do servidor Marconi Araújo, diretor do Núcleo Judiciário da JFPB.

Em seguida, o professor emérito da UFPB, pró-reitor de Cultura da UEPB e crítico de arte, Francisco Pereira, comentou a obra “A Justiça”, que ilustra a capa da revista, e homenageou o seu autor, Flávio Tavares, também ressaltado pelo presidente da Academia Paraibana de Letras, professor Damião Ramos Cavalcanti. Ao se pronunciar, o artista plástico demonstrou toda a sua honra e gratidão por ter sua obra destacada em publicação de tamanha relevância.

A solenidade também contou com a participação do presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, desembargador Rogério Fialho, que afirmou não ter palavras para agradecer a gentileza do artista plástico Flávio Tavares em ter cedido os direitos da sua obra para a capa da Revista Parahyba Judiciária. “A porta de entrada diz muito sobre o conteúdo de uma casa. Então, esta capa ilustra à altura desta revista, do conteúdo das obras sobre os direitos sociais e limites do Poder Judiciário. O diretor da revista, dr. Bianor Arruda, esmerou-se na coleta de artigos. Foi um trabalho que realmente faz juz a todo o histórico das edições anteriores”.

O evento foi encerrado com a palestra “Os Limites do Poder Judiciário na Efetivação dos Direitos Sociais”, proferida pelo professor doutor Ronaldo Porto Macedo Júnior, da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

           

            Além do juiz Bianor Arruda Bezerra Neto (presidente), a Comissão da Revista é formada pelos magistrados Sérgio Murilo Wanderley Queiroga e Rogério Roberto Gonçalves de Abreu.

 

Secom/JFPB


 Imprimir