Servidor da 10ª Vara ganha concurso de slogan sobre Gestão Socioambiental

24/02/2011 às 16:13

            O servidor Marconi Pereira de Araújo, diretor de Secretaria da 10ª Vara Federal, em Campina Grande, foi o vencedor do Concurso de Slogan relativo à Gestão Socioambiental e ao cumprimento da Meta 6 do CNJ, promovido pela Seção Judiciária da Paraíba. O slogan vencedor foi o seguinte: “Seja enérgico, jamais cruel: Economize energia, telefone, água, combustível e papel!”.

            Os trabalhos foram analisados pela Comissão Julgadora do Concurso de Slogan Gestão Socioambiental e META 6, constituída pelos seguintes servidores: Luis Sergio Borges Machado (desenvolvedor Web/Multimídia do Núcleo de Tecnologia da Informação), Emir Lima Ribeiro (técnico judiciário, lotado na Seção de Comunicação Social) e Josinalva Nunes de Lima Nóbrega (técnica judiciária, lotada na 3ª Vara).

            O slogan vencedor foi escolhido por unanimidade entre os membros da comissão, constituída pela Portaria nº 14/GDF, de 7 de janeiro de 2010, que instituiu o concurso. No ato da inscrição, encerrada no dia 18 de fevereiro, o servidor Marconi Araújo ilustrou a frase concorrente com a seguinte nota explicativa:

            “A idéia é fazer referência, de modo original, sucinto e objetivo, a todos os itens destinados à economia de recursos ambientais, consoante prevê o art. 2º da Portaria nº 014/GDF, de 07 de janeiro de 2011, utilizando-se de tais palavras com alguma rima que favoreça o uso da literatura de cordel, em estrita observância da língua vernácula. Trata-se de uma idéia certamente criativa e contemporânea de igualmente manifestar pertinente preocupação com a preservação do meio ambiente, visando à efetiva implantação, na JFPB, da gestão socioambiental, e ao cumprimento da Meta 6 do Conselho Nacional de Justiça no âmbito desta Seção Judiciária”.

            E continua: “Desse modo, fez-se uso de todas as palavras previstas no art. 2º da Portaria supramencionada, quais sejam energia, telefone, água, combustível e papel, fazendo rimar as palavras que finalizam o 1º e 3º versos da estrofe que compõe o slogan em apreço, ou seja, “cruel” com “papel”. Além do mais, a palavra “cruel” veio bem à tona, considerando que – de fato – traduz-se em absoluta crueldade desperdiçar tais recursos ambientais, favorecedores da preservação da vida em nosso planeta. Do mesmo modo, a palavra “enérgico” também lembra “energia”, sendo utilizada no contexto como sinônimo de firmeza diante da necessidade imperiosa de defesa do meio ambiente”.

            O slogan vencedor do concurso instituído entre os servidores da JFPB será ilustrado por logomarca e adotado na campanha da Gestão Socioambiental e no cumprimento da Meta 6 do CNJ, que prevê a diminuição do consumo de energia, água, telefone, papel e combustível nos órgãos do Poder Judiciário.

            De acordo com a portaria, o prêmio consiste em uma inscrição para participar de evento (curso, congresso, fórum, seminário ou equivalente) sobre tema inerente à Administração Pública e/ou ao Poder Judiciário, em qualquer estado brasileiro, incluindo passagem aérea e diárias. O servidor Marconi Araújo terá o prazo de dois anos para usufruir da premiação.

 

Ascom/JFPB


 Imprimir