JFPB cria Banco de Dados para auxiliar cumprimento de mandados

20/09/2017 às 22:40

Sistema irá facilitar a gestão das informações das comunicações às partes em processos judiciais

 

            Os oficiais de justiça da Seção Judiciária da Paraíba conheceram, na tarde desta quarta-feira (20/09), o "Sistema de Registros para a Central de Mandados - CEMAN". Trata-se de um banco de dados que ficará disponível àqueles servidores, criado para facilitar a gestão das informações e a comunicação às partes em processos judiciais que tramitam no órgão. 

 

            A exposição das funcionalidades do novo sistema, desenvolvido por Anna Cardoso, estagiária de Tecnologia da Informação, sob a supervisão das oficialas Cláudia Travassos e Raimunda Nonata, foi realizada pelo diretor do Núcleo Judiciário, Ricardo Correia, e por aquela estudante. "O objetivo do sistema é justamente centralizar todas as informações de modo que contribuam para o compartilhamento dos dados entre os oficiais de justiça, evitando diligências desnecessárias ou indevidas", afirmou o diretor.  

 

            O sistema é simples. Haverá o cadastro único de cada parte, numa página exclusiva com informações sobre eventuais intercorrências no cumprimento das comunicações à ela dirigidas. "Para registrar, basta incluir a data, o documento expedido e as informações sobre o ato", explicou Anna Cardoso.  

 

            O acesso ao sistema, que já está em funcionamento, é pela internet, possibilitando a pesquisa e inclusão de dados de qualquer lugar durante as diligências.

Autor: Seção de Comunicação Social da JFPB - imprensa@jfpb.jus.br


 Imprimir