Direção do Foro de Campina Grande realiza modernizações administrativas

09/07/2019 às 14:18

As mudanças ocorreram com o início da gestão da juíza federal Emanuela Mendonça

 

         A Subseção Judiciária de Campina Grande passou recentemente por uma reestruturação arquitetônica, que resultou na organização de alguns setores do Fórum Juiz Federal Nereu Santos. Foram remodelados o Núcleo Judiciário, a Seção de Distribuição/Protocolo, a Contadoria, a Sala da OAB, além de criadas as novas salas de Videoconferências, da Central de Mandados (que será inaugurada até setembro) e a da Segurança Institucional.

         Além disso, a Subseção recebeu padronização da sinalização visual em todo o Fórum, em conformidade com o Manual de Comunicação Visual do Conselho Nacional de Justiça, visando facilitar a comunicação com o público externo. Foram inseridas placas de sinalização nas varas com cores específicas para cada uma, sendo idênticas às cores dos crachás recebidos ao adentrar na Subseção.

         “Com a finalidade primeira de bem servir, a reestruturação arquitetônica atende aos anseios, interno e externo, de segurança, facilitação de acesso, comunicação e eficiência. São medidas iniciais, mas significativas, e rapidamente executadas com o empenho e zelo dos servidores e colaboradores, para que a Subseção de Campina Grande se alinhe às boas práticas de gestão da Justiça Federal da Paraíba.”, destacou a diretora da Subseção, juíza federal Emanuela Mendonça.

         Para aperfeiçoar o cumprimento dos mandados no âmbito daquela Subseção, será implantada, a partir 1º/09/2019, a Central de Mandados - CEMAN. O ambiente que, receberá a nova Central da JFPB, também passou por organização e será composto por dez oficiais de justiça, oriundos da 4ª, 6ª e 10ª Varas Federais.

         A nova sala de videoconferência, por sua vez, ficou mais ampla e agradável. O espaço servirá ainda como suporte para audiências de custódia em regime de plantão e para as audiências complexas nas varas de Campina Grande.

         A sala da Segurança Institucional ganhou televisores para monitoramento real do prédio, um local específico para acautelamento de armas e a formação de equipe permanente de segurança institucional, integrada pelos servidores Marcos Aurélio, Rodrigo Catão e Sócrates. Além disso, a Subseção já iniciou o controle de acesso do público externo por meio de portais detectores de metais.

         Por fim, a magistrada Emanuela Mendonça assinou a Portaria 19/2019, regulamentando o procedimento de arquivamento e desarquivamento de processos físicos no âmbito da Subseção Judiciária de Campina Grande. A medida evitará a reativação de processos nas unidades para fins de obtenção de cópias ou vista, podendo tal demanda ser realizada junto ao setor de distribuição da Subseção Judiciária.

            Autor: Seção de Comunicação Social da JFPB - imprensa@jfpb.jus.br  

 


 Imprimir